Rio de Janeiro, 13 de Setembro de 2019

Caixa Cultural cancela eventos e espetáculos com temática LGBT e democracia

Caixa Cultural cancela eventos e espetáculos com temática LGBT e democracia

No mês de setembro, a Caixa Cultural – programa de centros culturais vinculados à empresa pública Caixa [1] – promove o cancelamento de eventos e espetáculos com temática LGBT e democracia [2]. Dentre eles, estão três eventos que ocorreriam no Rio de Janeiro e um em Brasília. No Rio, ocorreriam mostra da cineasta Dorothy Arzner que discutiria temas feministas e homossexualidade [3]; o ciclo de palestras ‘Aventuras do Pensamento’ sobre democracia, história, ciência e ambiente [4], cuja justificativa para o cancelamento seria a mudança de títulos das palestras sem aviso prévio [5] [6]; e a peça ‘Lembro Todo Dia de Você’ sobre as lembranças de um personagem homossexual e soropositivo, com cenas de beijos entre homens [7] – que acaba ocorrendo em novembro [8]. A peça ‘Gritos’, em Brasília, que aborda questões de identidade de gênero e tem entre as personagens uma travesti, deixou de se apresentar após questionamentos da Caixa [9]. Vale notar que, no mesmo mês, a Caixa cria regras para avaliar os projetos culturais e inclui a verificação de posicionamento político de artistas [10] e cancela uma peça infantil com temática de repressão e ditadura [11]. Além disso, outros cancelamentos ocorrem, como a apresentação de cantora transexual em Parada LGBT [12], uma peça de teatro com cena de nudez [13] e o show de BNegão [14].

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Análises sobre o caso

Leia as análises sobre a censura que corrói a arte no Brasil, as estratégias do governo Bolsonaro nas produções culturais e as medidas que podem ser tomadas em caso de cancelamento.

Censura, um efeito cascata que corrói a arte no Brasil de Bolsonaro A sombra da censura nas ações do governo na área cultural Como o cancelamento de peças, filmes e mostras deve opor artistas e governo na Justiça