Porto Alegre, 29 de Julho de 2019

Escultura é retirada da Pinacoteca de Porto Alegre por ser ‘inadequada’

Obra é retirada da Pinacoteca de Porto Alegre por ser 'inadequada'

Imagem: site nonada.com.br / divulgação

Imagem: site nonada.com.br / divulgação

A prefeitura de Porto Alegre determina a remoção de escultura da exposição BIO-I do artista David Ceccon na Pinacoteca Aldo Locatelli por ser considerada inadequada [1]. O artista afirma que a coordenadora de Artes Plásticas da secretaria de Cultura, Adriana Boff, pediu para que quatro esculturas que representavam órgãos sexuais não fossem incluídas na mostra e, após conversarem, ficou combinado que apenas uma delas, a mais explícita, não seria exposta [2]. No entanto, Ceccon optou por colocá-la mesmo assim, a fim de gerar um debate sobre censura à arte, ele afirma que ter um trabalho censurado é a ‘ponta do iceberg’, levantando questões de política dos espaços públicos e corte de verbas [3]. Ainda, o artista ressalta que suas obras não tratam da relação sexual em si, mas das ‘questões filosóficas que envolvem gênero e corpo’ [4]. O artista adquiriu o direito de expor suas obras quando conquistou o Prêmio Aliança Francesa de Arte Contemporânea, sendo presenteado com uma residência artística de dois meses no Centre Intermondes em La Rochelle, na França [5]. O artista conta que as obras produzidas no exterior eram muito semelhantes às expostas em Porto Alegre e não foram censuradas; optou-se apenas por colocar um aviso na entrada da sala de que a exposição não era indicada para menores de 18 anos [6]. Boff afirma que ficou surpresa ao ver que o combinado não tinha sido cumprido e que houve uma ‘negligência’ do artista em aceitar as ‘peculiaridades’ do espaço [7]. Ela justifica a retirada da peça pelo fato de que o espaço não comporta estrutura para separar um ambiente com aviso sobre recomendação etária e porque o espaço não é apenas dedicado à arte, mas também um corredor de passagem de servidores e secretários do Município [8]. Em outras oportunidades, o Centro Cultural Banco do Nordeste retirou obra sobre casamento gay de exposição [9] e o Museu dos Correios cancelou exibição com obras sobre sexualidade [10].

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Análises sobre o caso

Leia as análises sobre a censura e a patrulha ideológica na arte e ouça sobre a censura nas produções culturais no Brasil

A censura no mundo das artes A volta das cruzadas Existe censura às produções culturais no Brasil?