15 de Junho de 2020

Fundação Palmares censura biografias sobre lideranças negras em seu portal

Foto: Divulgação/Iphan

A Fundação Cultural Palmares (FCP) retira de seu site biografias de pessoas negras importantes ao longo da história do Brasil [1]. A FCP tem por missão institucional a preservação a memória e ‘valores culturais, sociais e econômicos decorrentes da influência negra na formação da sociedade brasileira’ [2], mas servidores afirmam que o chefe da instituição, Sérgio Camargo, nega a importância das figuras históricas especialmente às simbolicamente vinculadas a movimentos de esquerda [3] – Camargo chegou a compartilhar posts em suas redes sociais contra Zumbi dos Palmares [4]. Segundo funcionários, o presidente da FCP teria também ordenado a remoção da página, que se tratava de um mosaico com acesso a diversos artigos sobre a vida de personalidades negras históricas, como Carolina de Jesus, Luís Gama e o próprio Zumbi [5]. Ao conversar sobre o caso com a imprensa, servidores pediram anonimato por medo de demissão [6] – vale lembrar que houve vazamento de áudio de reunião entre funcionários e Camargo [7] e que servidores teriam sido exonerados de órgãos vinculados ao governo federal ao terem posições divergentes do governo federal [8]. Além disso, dados sobre a saúda da população negra são retirados do site do Ministério da Saúde [9].

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.